Chocolate amargo e vinho tinto podem atrasar o envelhecimento do corpo

Já pensou que maravilha seria se pudéssemos rejuvenescer células antigas e reverter o envelhecimento?

Pois parece que isso não está muito longe de acontecer, não.

Uma nova pesquisa publicada na revista BMC Cell Biology mostra que células humanas antigas podem ser rejuvenescidas usando o resveratrol, que é uma substância encontrada no vinho tinto e no chocolate amargo.

O novo estudo, realizado por pesquisadores nas Universidades de Exeter e Brighton, no Reino Unido, e liderado por Lorna Harries, professora de genética molecular, se baseia em pesquisas anteriores que descobriram que os chamados fatores de splicing (um tipo de proteína) tendem a se tornar inativos à medida que envelhecemos.

Agora, no novo estudo, os pesquisadores acrescentaram “resveralogues”, ou produtos químicos semelhantes ao resveratrol, para células humanas envelhecidas e perceberam que conseguiram reativar esses fatores de splicing.

E isso não apenas fez as células velhas parecerem mais jovens, mas elas também começaram a se dividir novamente, como as células jovens.

“Quando vi algumas das células não pude acreditar”, diz a professora.

“Essas velhas células pareciam células jovens. Era como mágica. Repeti os experimentos várias vezes e, em cada caso, as células rejuvenesceram”.

O resveratrol é um composto encontrado em amendoim, uva, vinho tinto, chocolate amargo e algumas frutas.

Vamos entender melhor tudo isso?

A informação em nossos genes é carregada [no] nosso DNA. Todas as células do corpo carregam os mesmos genes, mas nem todos os genes estão ligados em todas as células.

Essa é uma das coisas que faz das células renais uma célula renal e uma célula cardíaca, uma célula do coração.

Quando um gene é necessário, ele é ligado e [faz] uma mensagem inicial chamada RNA, que contém as instruções para o que o gene faz. A mensagem inicial é composta de blocos de construção que podem ser mantidos ou deixados de fora para fazer mensagens diferentes.

Esta inclusão ou remoção dos blocos de construção é feita por um processo chamado splicing mRNA, pelo qual os diferentes blocos são unidos conforme necessário.

É um pouco como um livro de receitas, onde você pode fazer um bolo de baunilha ou de chocolate, dependendo de adicionar chocolate ou não.

As proteínas que tomam a decisão sobre se um bloqueio é deixado em nossa retirada (esses são chamados fatores de emenda) são as que mais mudam à medida que envelhecemos.

Idosos, por exemplo, podem viver saudavelmente “por toda a vida”.

As descobertas demonstram que quando você trata células velhas com moléculas que restauram os níveis dos fatores de splicing, as células recuperam algumas características da juventude.

Eles são capazes de crescer, e seus telômeros – as tampas nas extremidades dos cromossomos que encurtam conforme envelhecemos – são agora mais longos, como em células jovens.

O mais importante, porém, da descoberta é que o resveratrol pode ser o agente responsável pela reversão do envelhecimento.

Existem suplementos à base dessa substância.

Mas você pode se nutrir dela consumindo uva, vinho tinto (de forma moderada) e chocolate amargo (bem concentrado em cacau, de 75% para cima).

Muito simples, não é?

Este blog de notícias sobre tratamentos naturais não substitui um especialista. Consulte sempre seu médico.

[in:curapelanatureza.com]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *