Como aplicar papel de parede

O papel de parede usava-se muito na década de 80 mas começou a cair em desuso. Hoje em dia, com o aparecimento de novos materiais e de novas texturas e tecnologias, começou novamente a ganhar adeptos e é cada vez mais escolhido pelos decoradores, para criar paredes diferentes e muito originais. Saiba como escolher o papel de parede, que quantidade comprar, como o preparar e por fim, como a aplicar. Saiba ainda como remover o papel de parede antigo da melhor forma.

Como dizia, uma das alternativas à pintura de uma parede, ou até de um mobiliário, poderá ser o papel de parede. Existe cada vez mais uma maior variedade deste tipo de papel e a sua aplicação é bem mais simples do que parece. Neste artigo vamos desvendar todos os truques e segredos para a sua aplicação, desde a escolha na loja até à sua aplicação na parede

Tipos de papel de parede:

Encontramos no mercado uma grande variedade de papéis de parede. Temos o papel clássico, papel de parede com relevo, papel que se pode lavar (adequado para zonas húmidas), papel vinílico (lavável mas não aconselhado para paredes húmidas por não permitir que estas respirem). Temos ainda o papel com veludo, o papel matéria (com uma superfície diferente do papel – madeira, fibra de vidro, tecido, etc) e ainda o papel para pintar (com relevo ou com papel com aparas de madeira incrustadas).

Simbologia dos papéis de parede:

Podemos encontrar em alguns papéis de parede alguma simbologia, que permite que saibamos mais correctamente as suas características.

Símbolos ou simbologia do papel de paredeComo escolher o papel de parede:

Quando chegar à altura de escolher o papel de parede, leve primeiro para casa umas amostras dos papéis que mais gosta. Essa amostra deve ter o tamanho suficiente para colocar na parede e perceber se as cores combinam com a restante decoração.

Não esqueça que um papel de parede com linhas na vertical revelam com maior intensidade se uma parede está ou não direita, principalmente nos cantos e esquinas.

Que quantidade de rolos de papel de parede comprar?

A quantidade de rolos de papel de parede a comprar calcula-se em função da altura e do perímetro (ou largura de todas as paredes). As medidas normalizadas de um rolo de papel são de 10,05 metros de comprimento e de 53 centímetros de largura (o papel matéria tem mais largura). Os tais 10 metros devem ser divididos pela altura da parede, obtendo assim a quantidade de tiras que vai aproveitar em cada rolo. Dividindo a largura das paredes pela largura dos rolos vai obter a quantidade de tiras necessárias para cobrir todas as paredes. Este valor divida pelo número de tiras por rolo (a primeira conta que realizou), obtendo assim a quantidade de rolos que precisa de comprar. No caso de um papel com motivos, precisará de mais rolos já que terá que desperdiçar papel para as uniões dos motivos.

Não necessita de descontar portas ou janelas, a não ser que estas sejam de grande dimensão. Pode ainda informar-se na possibilidade da devolução das sobras, na loja onde comprou os rolos de papel de parede.

Preparação da divisão onde vai colocar o papel de parede:

  1. Retire o mais possível da divisão. Os móveis maiores podem ser colocados ao centro da divisão, cobertos por um plástico ou panos velhos.
  2. Se está a pensar pintar o tecto ou madeiras, comece primeiro por aí. Comece a colocar o papel de parede só depois das tintas estarem secas.
  3. As paredes que foram estucadas recentemente devem estar bem secas. Numa habitação nova, deverá esperar no mínimo 6 meses até colocar o papel de parede.
  4. Verifique o estado da parede. Tape buracos e fissuras com argamassa de preenchimento.
  5. Uma superfície com muitos poros absorve com mais rapidez a cola, não dando ao papel tempo para ficar bem colado. Nas paredes estucadas recentemente, espalhe uma camada fina de cola para papel, bastante líquida, ou então um primário. Caso necessite de ajustes, o papel sairá assim mais facilmente.
  6. Em paredes em bom estado, pintadas com tinta acrílica ou tinta de água, o papel pode ser colocado directamente. Se a tinta original for brilhante, lixe-a primeiro para proporcionar uma maior aderência.
  7. As paredes em mau estado devem ser tratadas de modo eficaz. A função do papel de parede não é esconder as más condições da parede. Em paredes húmidas, procure solucionar a origem do problema e deixe-as secar devidamente.
  8. Limpe o pó das paredes (com água e lixívia, por exemplo). Lave de baixo para cima, para não deixar escorrer. De seguida, cubra as paredes e tecto com um primário, caso contrário, os vestígios aparecem através do papel pouco tempo depois.
  9. Nas placas de gesso, espalhe primeiro um primário (1 ou 2 demãos). As placas ficarão assim com menos poros e o papel poderá ser retirado mais facilmente, caso necessite.
  10. As paredes onde já existe um papel de parede podem ser cobertas com um novo papel por cima, excepto se o papel antigo estiver solto em algumas zonas, ou se o papel tiver relevos ou for vinílico, se já existirem várias camadas de papel antigo, ou ainda se o papel antigo for visível através do novo.

Como retirar o papel de parede antigo:

Não é recomendado trabalhar a seco, com um raspador. Para retirar com mais facilidade o papel anterior terá que dissolver a cola antiga. Esta cola é, a maior parte das vezes, diluída em água, bastando água quente ou vapor para a retirar, já que vai diluí-la novamente.

O papel leve retira-se com facilidade com água quente, na qual deve ser adicionada uma boa quantidade de detergente para a loiça para facilitar ainda mais a tarefa.

Várias camadas de papel de parede ou tinta sobre o papel de parede são mais complicados de retirar. Esta tarefa pode ser facilitada com a ajuda de produtos especiais. Estes produtos concentrados são diluídos em água, em doses recomendadas pelo fabricante. Aplique o líquido no papel com uma esponja ou uma trincha rectangular. Esta solução vai penetrando no papel, diluindo a cola antiga. Deixe actuar durante 5 até 20 minutos, dependendo da permeabilidade do papel. Se necessário repita a operação. Humedeça várias zonas simultaneamente, começando a retirar o papel pelas primeiras zonas que foram humedecidas.

Maquina de vapor para retirar o papel de paredeUma máquina a vapor é uma óptima solução para a remoção do papel de parede. Esta água bem quente e com pressão vai mais facilmente dissolver a cola antiga. O papel de parede antigo poderá ser removido com um raspador enquanto se mantém a máquina a difundir vapor para a zona seguinte.

Um produto para remover papel de parede oferece resultados semelhantes aos obtidos com a máquina a vapor. Este produto químico, além de sair mais barato, faz com que o papel seja removido mais facilmente e faz com que haja menos sujidades e salpicos. Considere adquirir uma máquina a vapor caso o seu trabalho implique a remoção de papel de parede. Caso contrário, não vale a pena tal investimento.

Cuidados a ter com o manuseio de produtos químicos e da máquina a vapor:

  • Mantenha o local arejado.
  • Cuidado com o chão para não pingar vapor quente ou produtos químicos que o possam danificar.
  • Ligue, se possível, a máquina a vapor a uma tomada de outra divisão.
  • Use luvas e óculos de protecção se necessário.

Preparação da parede onde vai ser aplicado o papel de parede:

Depois de impregnar o papel antigo com água, produto ou vapor, deixe actuar. Comece por tentar retirar a primeira tira de papel, começando num canto. Com o auxílio de um raspador vá trabalhando o mais paralelo possível à parede.

Depois de retirar por completo todo o papel de parede, lave bem o estuque para retirar os resíduos de cola e de papel. Os buracos e fendas podem ser tapados com argamassa de preenchimento. Lixe e retire as poeiras. Deixe secar muito bem a superfície (1 a 2 dias de preferência), antes de colocar o papel novo.

Em caso de dificuldades na remoção do papel de parede:

Ao retirar o papel de parede, se apenas conseguir retirar pequenos pedaços, opte por fazer um quadriculado no papel com um x-acto, ao de leve para não danificar a parede, voltando a embeber o papel e arrancando-o quadrado a quadrado. Pode ainda passar lixa grossa ou uma escova de metal, mas isto produz muito pó e sujidade.

O papel lavável e o de vinilo não deixam passar bem a água e vapor que o papel com tinta, por isso o ideal é retirar a camada impermeável e alcançar a dorsal, que sai mais facilmente. A escova de arame pode ajudar para remover a camada superficial.

Papel de parede sobre placas de gesso ou pladur deve ser retirado cuidadosamente. Experimente primeiro retirar o papel numa zona pouco visível. Se este oferecer muita resistência o ideal é colocar o papel novo sobre o antigo, eliminando previamente as possíveis irregularidades junto das juntas. Se a cor do papel antigo for visível através do novo, aplique um primário no papel antigo.

Sub-camada isolante:

Espuma de poliestirenoPoderá dar um isolamento suplementar à parede de uma divisão com espuma de poliestireno, que é vendida em rolos ou placas de 3 a 6 milímetros de espessura, colocando o papel de parede por cima. Verifique irregularidades da parede antes de aplicar este isolante, tapando e lixando superfícies danificadas.

Marque tiras verticais na parede antes de colocar o isolamento. Espalhe cola para poliestireno numa tira completa e deixe secar um pouco e só depois coloque o revestimento de poliestireno. Estique devidamente a tira, alisando-a com uma escova ou um rolo, da parte do meio para os bordos.

Que cola de papel de parede escolher?

A maior parte das colas que existem estão em pó e são diluídas em água. Existem também colas líquidas em que seja necessário diluir em água. Para papéis de parede mais pesados, como os que têm relevo, existem colas especiais. Todos estes tipos de cola vêm com as respectivas instruções de preparação.

O papel de parede lavável, o de vinilo e ainda o papel específico para locais húmidos, deverão ser colados com uma cola especial, à base de metilcelulose, que serve de anti-bolor.

Preparação da cola de papel de parede:

A cola deve ser preparada 30 minutos antes de ser aplicada. Num balde de plástico junte alguma água e de seguida junte a cola, misturando sempre para evitar a formação de grumos (imagem à direita). Evitar preparar grandes quantidades de cola, já que esta não suporta muitos dias no seu estado normal.

Instale a mesa onde vai trabalhar com o papel de parede, que deverá ter no mínimo 53 centímetros de largo por 2 metros de comprido.

Não trabalhe numa divisão muito fria pois desse modo a cola vai ser mais lentamente formando bolhas. Se a divisão estar quente demais o papel vai secar mais rapidamente, não sendo possível ser esticado. A temperatura ideal é sensivelmente 18 graus centígrados.

Existem alguns tipos de papéis de parede que já trazem cola incorporada, bastando mergulha-los num recipiente com água. Para uma maior aderência é aconselhável espalhar cola na parede, no mínimo 4 horas antes da colocação do papel.

Colocação do papel de parede:

Certamente já notou que as paredes de uma casa raramente são 100% direitas e estão em esquadria.

  • Fio-de-prumo-na-paredePara um bom começo, marque uma linha vertical a 52 centímetros (largura do papel de parede) da janela, com a ajuda de um fio-de-prumo. (imagem à direita)
  • Agora meça a altura da divisão, entre o rodapé e o tecto, e some uma margem de 5 a 10 centímetros.
  • Para colar a primeira tira, coloque-a sobre a mesa, coincidindo uma das pontas do papel com a extremidade da mesa. Com a ajuda de uma escova de colar passe a cola primeiro pela primeira metade da tira e depois a outra metade, tendo o cuidado de não sujar a mesa de cola, para não sujar a próxima tira. Em caso de sujar a mesa pode passar com um pano húmido.
  • Depois da tira colada, dobre-a no sentido do comprimento e coloque-a no seu braço, levando-a até onde vai ser colada.
  • Passando a escova sobre o papelComece agora a desenrolar o papel de cima para baixo, sobre a parede. Não esqueça de deixar alguma margem na parte superior e na parte à esquerda e não esqueça também a orientação do papel, caso este tenha desenhos.
  • Vá desdobrando o papel e no final elimine as bolhas de ar com uma escova, de cima para baixo e do meio para os extremos (imagem à direita).
  • Marque a dobra do papel junto ao rodapé. Levante ligeiramente o papel da parede e corte cerca de 2 milímetros abaixo da dobra. Pode também usar um x-acto para cortar o papel (imagem em baixo). Faça o mesmo no tecto, mas corte exactamente sobre a dobra. Pode ser necessário acrescentar um pouco de cola nos cantos da tira.

Cortando o excesso

  • Meça agora a próxima tira, de preferência sobre a parede. Lembre-se das uniões, caso o papel tenha motivos. Por vezes existem muitas perdas quando o papel tem motivos, principalmente se estes forem de grandes dimensões.
  • Espalhe agora a cola sobre a segunda tira e coloque-a na parede, encostada à tira anterior. Se o papel não tiver motivos, passe um rolo nas uniões entre as duas tiras.
  • Nos cantos ou esquinas, é preferível cortar o papel do que fazer um canto arredondado.
  • Tire as medidas da largura da segunda tira e copie as medidas para o papel, acrescidas de 1 centímetro nas extremidades, tendo em atenção o motivo do papel. Trace uma linha para unir as duas marcas e corte o papel ao longo da linha traçada. O papel pode passar ligeiramente um canto ou esquina.
  • Trace uma linha com uma régua a x centímetros da nova lateral da tira a aplicar, Cortando o excesso nas janelassendo a medida x a largura mais pequena da dobra que ficou na parede, a qual será corrigida. Espalhe cola nesta parte que restou e aplique-a, seguindo o traço vertical. Continue com uma tira completa.
  • Os pedaços de papel que ficam acima ou abaixo de portas e janelas cortam-se no local, verificando sempre se continua o motivo do papel de parede. Para um acabamento mais perfeito, faça passar 2 ou 3 milímetros de papel sobre a moldura da porta ou janela, cortando até ao ângulo da moldura, para retirar o papel em excesso (imagem à direita).
  • Desmonte a cobertura das tomadas e interruptores (não esqueça de desligar o quadro eléctrico). Aplique papel sobre as tomadas e interruptores e faça um corte em X. De seguida corte o papel, deixando 1 centímetro a toda a volta, na parte de dentro (imagem abaixo).

Cortando ao redor das tomadas e interruptores

  • Pode agora voltar a colocar a cobertura dos interruptores e tomadas. Para colocar papel ao redor de canalizações, corte verticalmente de forma a conseguir contorna-lo com a dimensão desejada.

Como colocar papel de parede em locais específicos:

  • Para colocar papel de parede numa chaminé ou num pilar, comece a aplicá-lo do centro para os lados.
  • Aplicando o papel de parede no tectoPara aplicar papel de parede também no tecto, deverá sempre começar por este. Centre os motivos e comece a colar o papel de parede ao centro do tecto ou a cerca de 50 centímetros de uma parede. Marque uma linha para começar. Espalhe cola no papel com este dobrado ao meio e dobre-o em formato acordeão, com os lados colados um com o outro. Comece por colar uma das extremidades e continue aos poucos. Execute, se possível, esta tarefa com a ajuda de outra pessoa: uma cola enquanto a outra vai desenrolando o papel em acordeão. (imagem à direita). Verifique se a zona está reparada para se deslocar com facilidade.
  • Para colocar papel de parede por detrás de um aquecedor ou radiador, faça deslizar delicadamente uma tira de papel dobrado, com cola, e pressione-o contra a parede com um pau de uma vassoura, por exemplo.
  • Pode ainda colocar um friso sobre o papel de parede. Para isto, meça desde o rodapé a altura pretendida em vários locais, colocando depois o friso sobre as várias marcas.

Papel de parede de fibra de vidro:

O papel de parede de fibra de vidro é excelente para disfarçar irregularidades e pequenas fissuras na parede. Resiste a humidades, é lavável e pode ser pintado. Apresenta-se em rolos de 1 metro de largura e a preparação é semelhante à do papel de parede convencional. A cola não é aplicada no papel mas sim na parede, aplicando-se com um rolo de pêlos curtos. As tiras colam-se contra a parede com o auxílio de uma espátula de plástico.

Pequenos problemas com o papel de parede:

  • Se formarem-se bolhas, o papel foi mal alisado. Pique a bolha com um alfinete, humedeça o papel e elimine o ar no interior, alisando depois. Se a causa for má colagem, injecte cola no interior da bolha e alise, retirando o excesso de cola com uma esponja húmida. Se a bolha for grande, faça duas incisões a toda a largura, abra e coloque um pouco de cola, voltando a fechar e alise-as com a palma da mão ou um rolo.
  • Se encontrar partes de papel descoladas, levante-as, coloque um pouco de cola na parede e deixe secar. Espalhe cola na parte de trás do papel e volte a colar contra a parede.
  • Se o papel se rasgou, espalhe cola no loca, evitando que se note o rasgão. Poderá tentar remendar com um pouco de papel novo, mas poderá ficar com cores diferentes, caso o papel na parede já esteja um pouco queimado pela luz.

Artigo: dicascaseiras.com

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *