Saiba quais as plantas mais apropriadas para ter dentro de casa

Ter plantas em casa não só decora o ambiente como, também, deixa o ar mais respirável e os cômodos com mais vida. Entretanto, nem todas as espécies podem ser cultivadas em vasos dentro de ambientes fechados e com pouca luz.

Para não errar e evitar surpresas desagradáveis, o mais indicado é saber identificar quais se adequam melhor a esse estilo de vida antes de se aventurar. Confira as dicas!

Plantas que melhor se adaptam dentro de casa:

Antúrio: delicada, é ideal para ambientes fechados. Com folhas vermelhas ou brancas, seu porte é médio (chegando em torno dos 30 cm de altura), pode ser colocado em cima de um móvel, tipo aparador, estante ou centro de mesa, de preferência próxima a uma janela, já que necessita de luz para se desenvolver. A rega deve ser feita de duas a três vezes por semana no verão e uma vez por semana nas demais estações.

Avenca: possui folhas verde-claras e costuma ter 30 cm de altura, tornado-a ideal para ser colocada em cima de móveis. Sobrevive com pouca luz, mas precisa de claridade e ventilação. Além disso, sua terra deve estar sempre úmida. Regue três vezes por semana no verão e uma ou duas vezes por semana nas demais estações.

Bambu da sorte: para profissionais, o bambu da sorte combina com o banheiro da casa. Com formato de pequeno porte, não precisa de muita luminosidade devido sua resistência. Já suas raízes podem se desenvolver apenas na água, não necessitando de terra. A dica é para uma vez por semana trocar a água do vaso, para retirar a poeira acumulada, evitando prejudicar sua respiração. O bambu da sorte pode se adaptar bem em cima de algum móvel do banheiro ou até mesmo no chão.

Palmeira-ráfis: com folhagem verde-escura, é uma planta alta e volumosa. Ideal para ficar no chão, nos cantos ou ao lado de móveis. Especialistas dizem que ela tolera pouca luminosidade. Porém, não pode ficar em um espaço sem corrente de ar e entrada de luz indireta (portas e janelas). Sua rega deve ser de duas a três vezes por semana durante o verão, no outono, inverno e na primavera pode ser feita uma vez por semana. Deixe a terra secar bem antes de molhar novamente. Para ter certeza, coloque o dentro e sinta a umidade.

Pau d’água: alta e com porte clássico, o pau d’água é ideal para ser usado no chão, também em cantos e próximos aos móveis, com luminosidade e ventilação. Suas folhas apresentam diferenças sutis, misturando o verde com outros tons mais claros. Para que ela se mantenha saudável é preciso regar de duas a três vezes por semana durante o verão e uma vez por semana nas demais estações. Sempre quando a terra estiver completamente seca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *